Amanda Nunes defende o cinturão contra Valentina Shevchenko em revanche no UFC 215

0
542

Amanda Nunes defenderia o título feminino dos galos contra Valentina Shevchenko no UFC 213, mas acabou tendo de se retirar momentos antes do combate. A lutadora alegou uma sinusite crônica, que segundo ela a deixou sem condições de lutar, mesmo com o aval da comissão atlética responsável. 

A revanche agora foi remarcada para setembro, no UFC 215, em Edmonton no Canadá. A notícia foi confirmada pelo Combate. As duas farão uma “reedição” do primeiro encontro após um ano e meio. Elas se enfrentaram no UFC 196, em março de 2016, e Amanda saiu vitoriosa por decisão unânime após 15 minutos equilibrados.

A “Leoa” se encontra na melhor fase de sua carreira. Desde sua última derrota, para Cat Zingano, em 2014, ela somou cinco vitórias consecutivas sobre grandes nomes da categoria como a própria Valentina, Miesha Tate e também Ronda Rousey. Das cinco últimas lutas, apenas o combate contra Valentina foi para a decisão dos juízes laterais. Todas as outras acabaram por nocaute ou finalização ainda no primeiro assalto.

Shevchenko mostrou ser digna de possuir a posição de desafiante da categoria até 61 kg. Após revés para Amanda, a atleta do Quirguistão derrotou a ex-campeã Holly Holm por decisão unânime, em julho do ano passado, e mais recentemente superou Julianna Pena, que também vinha embalada na categoria, por finalização, no fim do segundo round.

O UFC 215 será realizado no dia 9 de setembro.

DEIXE UMA RESPOSTA