Rampage devolve segundo nocaute a Wand e empata vitórias em 2 x 2

0
249
Jackson nocauteia Wand com sequência de socos - Foto: Divulgação
Jackson nocauteia Wand com sequência de socos – Foto: Divulgação

Em noite de reencontro de lendas do MMA, o mundo parou para assistir Wanderlei Silva contra Rampage Jackson no Bellator 206, realizado em San Jose, na Califórnia, neste sábado. Em 2003 e 2004, Wand atropelou o americano no extindo Pride FC com nocautes brutais. Jackson caiu apagado na cordas com as sequências frenéticas de socos e joelhadas do Cachorro Louco.

Em 2008, Rampage o caminho de Wand no UFC 92 e dessa vez levou a melhor com um nocaute de um golpe só, no primeiro round, um upper limpo no queixo. Aos 42 anos, Wand aceitou o quarto desafio com Rampage e começøu melho, arriscando chutes altos, seguido das suas conhecidas mãos duras. Rampage chegou a balançar com um cruzado no terceiro minuto de luta, em seguida respondendo com um outro cruzado na têmpora do brasileiro, que absorveu e soltou mais um canelada lá no segundo andar antes do gongo.

Ambos relembraram mesmo os tempos de Pride no começo do segundo, quando partiram para a troca franca na curta distância, e quem sentiu primeiro foi Rampage. Pouco antes dos três minutos, o americano conectou um direto no frontal de Wand, que recuou e no clinch sofreu uma joelhada. Wand respirou no clinch e andou para cima com mais uma boa combinação.

Quanrentão, Rampage usou toda a sua experiência de boxer para cadenciar seus movimentos, encurtar a distância e dar o bote na hora certa. Ele soltou um cruzado de esquerda e outro de direita em cheio no rosto de Wand e aproveitou para fechar a conta com mais uma sequência de socos em Wand no solo. Vale destacar que Wand chegou a reclamar com o árbitro pela interrupção, mas visivelmente a situação não era  favorável a uma virada.

Após a luta, Wand cumprimentou respeitosamente um dos eus maiores rivais no esporte, disse que agora o placar está 2 x 2 e brincou ao fintar um golpe, como quem quisesse o desempate ali.

– Respeito acima de tudo. Eu vi ele (Wand) lutar no UFC (1998) antes de me transformar em um lutador. Quando ele me acertou hoje eu revivi minhas derrotas para ele no Japão e reverti. Todo mundo me conhece como wrestler, mas treino boxe há muito tempo, muay thai, treino detalhadamente meus socos e o camp para essa luta foi um dos melhores que tive – destacou Rampage.

DEIXE UMA RESPOSTA