Cangaceiro é o primeiro campeão peso-palha do Jungle Fight; Borrachinha mantém título dos médios

0
492

Paulo Borrachinha venceu Adriano Balby neste sábado, na comemoração dos 13 anos do maior evento de MMA da América Latina – o Jungle Fight 90, em São Paulo, e manteve o cinturão peso-médio em Minas Gerais. Foi a terceira defesa com sucesso do campeão, que agora coleciona sete vitórias em sete lutas na carreira – todas no primeiro round. Ao final do combate, o mineiro se disse pronto para enfrentar qualquer atleta no mundo e reconheceu o esforço de seu adversário.

– Eu trabalho muito duro todos os dias e as pessoas sabem a dificuldade que é. Estou pronto para lutar contra qualquer um no mundo. Tenho que parabenizar o Balby pela luta, no último evento tivemos um pouco de dificuldades para encontrar um adversário, mas dessa vez o Balby foi muito guerreiro e tenho que agradecê-lo por isso.

Gilberto Cangaceiro vibra com o cinturão inaugural do peso-palha (Foto: Leo Fabri)
Gilberto Cangaceiro vibra com o cinturão inaugural do peso-palha (Foto: Leo Fabri)


Gilberto Cangaceiro domina os três rounds e é campeão peso-palha

Fábio Gigante e Gilberto Cangaceiro inauguraram a categoria peso-palha masculino (52kg). Leves e considerados dois dos melhores brasileiros na divisão, ambos iniciaram o combate com muita movimentação e trocação franca, com vantagem para Cangaceiro, brasiliense da Constrictor Team, que conseguiu a montada, aplicou golpes contundentes e terminou o primeiro round em vantagem. O segundo assalto teve o roteiro parecido com o primeiro. Troca de golpes em pé, e Cangaceiro castigando Fábio Gigante no ground and pound. Superior também no último e deci

sivo round, Cangaceiro venceu por decisão unânime e se tornou o detentor do primeiro cinturão peso-palha da organização.

João Almeida derrota Henrique Montanha e leva cinturão dos pesados

A disputa pelo cinturão vago dos pesados não durou muito tempo. Com menos de um minuto do primeiro round, João Almeida, da Corinthians MMA, encaixou um cruzado inapelável que levou Henrique Montanha ao chão. O atleta da BH Rinos ainda tentou se recuperar, mas, ao levantar, encontrou mais um golpe duríssimo de João. Desta vez não teve jeito. Quinta vitória na carreira e cinturão para o paulistano João Almeida. É o segundo título da Corinthians MMA, que já tem Bruno Cappelozza no topo da divisão dos meio-pesados da organização.

 Pela divisão dos leves, Alex Canguru, também da Corinthians Team, se destacou ao nocautear o duríssimo paraguaio Carlos Chicho com um belo chute na linha de cintura. Foi a oitava vitória de Canguru, que perdeu apenas duas lutas no MMA. Outra disputa que mereceu destaque foi a vitória de Deivesson Figueiredo – o Daico, Deus da Guerra – contra Denis ‘Três Dedos’. Ambos vinham invictos e alguém perderia pela primeira vez. Melhor para o atleta da Marajó Brothers, que alcançou o cartel de dez vitórias. Depois do combate emocionante, Wallid afirmou que ambos voltarão ao evento, no caso do vencedor, para disputar o título dos moscas (57kg). No card Social Furnas, o destaque ficou por conta de Thiago Taveira, que precisou de apenas 11 segundos para nocautear Alisson Paes. Um dos nocautes mais rápidos da história do Jungle Fight.

 Resultados Jungle Fight 90

Paulo Borrachinha venceu Adriano Balby por nocaute técnico aos 3m25s do 1R
João Almeida venceu Henrique Montanha por nocaute técnico aos 52s do 1R
Gilberto Cangaceiro venceu Fábio Gigante por decisão unânime 27-30 27-30 26-30
Alexandro Canguru venceu Carlos Chicho por nocaute técnico aos 3m06s do 1R
Klidson Abreu venceu Leonardo de Oliveira por nocaute técnico (interrupção médica) aos 1m58s do 3R
Deiveson Figueiredo venceu Denis Fontes por nocaute técnico aos 2m56s do 2R
Israel Ottoni venceu Gabriel Ramos com mata-leão aos 3m17s do 1R
Viviane Araújo venceu Elaine Pantera com armolck aos 2m38s do 3R
Bruno Assis venceu Charles Maicon com armlock aos 1m15s do 1R
Toninho Marajó venceu Alisson Barbosa por nocaute aos 2m35s do 3R
Israel Falkinho venceu Ariston França com uma chave de pé aos 1m do 1R
Eduardo Silva venceu Elifrank Cariolano por nocaute técnico aos 2m51s do 2R
Nivanilson Gonzaga venceu Ozias Júnior com guilhotina aos 4m40s do 1R

Card Social Furnas

William Gralha venceu Jorge Kanella por decisão unânime 29-28 29-28 30-27
Rafael Costa venceu Adriano Ramos com triângulo de mão invertido aos 2m18s do 1R
Thiago Taveira venceu Alisson Paes por nocaute aos 11s do 1R
Norma Dumont venceu Tainara Lisboa com mata-leão aos 2m58s do 1R
Paulistênio Rocha venceu Alberto Silva por nocaute técnico (interrupção médica) aos 2m55s do 3R
João Paulo Silva venceu João Paulo Almeida com triângulo aos 2m25s do 1R

DEIXE UMA RESPOSTA