Carlston Harris ignora mudança de oponente e mira título do Brave

0
315

O lutador conhecido como “Moçambique”, Carlston Harris, comentou a mudança de oponente para seu próximo compromisso no cage do Brave Combat Federation. O lutador da RFT também deixou claro que almeja o cinturão da categoria dentro da organização, que terá seu campeão definido no combate entre Mohammad Fakhreddine e Carl Booth, que será realizado no sábado, no Brave CF 8.

Carlston, natural da Guiana, deixou uma ótima impressão em sua estreia na organização na última edição do Brave no Brasil, em março. Ele, considerado azarão em alguns sites como o Tapology, naquele combate, nocauteou Thiago “Monstro” no início do segundo round em uma ótima performance.

“Eu estou sempre treinando, cara. Eu nunca paro, então não tive muita reação com a troca de adversário. Na verdade, eu ficaria muito triste se não pudesse lutar, porque me dediquei muito nestes últimos meses. Mas eu fiquei muito feliz com o Brave, que me deu um outro oponente logo depois e me deu um cara muito bom. Então, quero agradecer ao Rodrigo e ao Brave”, afirmou.

Harris comentou a decisão do evento em escalá-lo contra o experiente Rodrigo Cavalheiro, ex-Bellator, que tem passagens por grandes eventos também na Europa. Ele fez uma previsão de que o combate tem um grande potencial de entreter os espectadores.

“Eu sou muito versátil, então tenho vários planos de luta. Tudo depende de como a luta se desenrolar. Acredito muito em mim mesmo e sei que ele vai tirar o melhor de mim. Rodrigo tem muita experiência, lutou por vários eventos internacionais e é exatamente esse tipo de luta que eu quero (…) Cara, vai ser um lutão. Os dois são muito agressivos, mas também técnicos. Depende muito de como o jogo vai encaixar. Não tenho ideia de quem vai levar essa luta, não sei mesmo. Só sei de uma coisa: eu quero o vencedor, com certeza”, garantiu Carlston, de olho em Booth e Fakhreddine.

DEIXE UMA RESPOSTA