Com “bênção” de Minotauro e Minotouro, Bacalhau retorna com vitória e dedica ao filho

0
1021
Bacalhau voltou a vencer no MMA após 29 meses sem lutar - Foto: Divulgação
Bacalhau voltou a vencer no MMA após 29 meses sem lutar – Foto: Divulgação

Willian “Bacalhau” Dias voltou a vencer após dois anos longe das competições. Antes de entrar em ação na estreia o All Champions, no último final de semana, na Team Nogueira Viamão (RS), Bacalhau recebeu mensagens de incentivo dos “generais” Rodrigo Minotauro (vídeo) e Rogério Minotouro (vídeo), desejando-lhe uma grande luta.

O gaúcho que já treinou com os irmãos mais famosos do MMA, na Team Nogueira, no Rio de Janeiro, e que hoje treina e ministra aulas na Team Nogueira Viamão, fez o dever de casa e venceu o visitante Leandro Martins por nocaute técnico ainda no primeiro round.

Bacalhau dominou o centro do octógono, encontrou a distância com chutes baixos e frustou as entradas de queda do “Sargento”. O riograndino conseguiu cair por cima no final do primeiro assalto e com o trabalho no ground and pound desferiu socos até a interrupção do árbitro central, Paulo Nichele.

– É muito bom a voltar a vencer, principalmente em casa, diante dos alunos e amigos. A Team Nogueira Viamão hoje é a minha casa. E receber as mensagens das lendas do esporte Minotauro e Minotouro deu aquele gás com certeza. Já tive a oportunidade de treinar com eles no Rio e foi uma ótima experiência – revelou.

– Eu estava sem lutar por mais de dois anos, focado no trabalho e na família. Precisava me reinventar, adaptar coisas novas ao meu jogo. Treinei bastante para enfrentar o Leandro (Martins), sabia que ele tinha um chão afiado. Mas consegui impor o ritmo e atacar para definir no momento certo. Estou motivado a lutar em breve. Vou treinar forte e mirar os grandes eventos novamente – declarou o renovado Bacalhau, antes de fazer uma declaração de amor ao seu filho.

– Dedico essa vitória especialmente ao meu filho Gui, a minha maior motivação. Papai sempre irá lutar dentro de fora do octógono por você. Amo-te, filhão!

DEIXE UMA RESPOSTA