De olho no título, Lineker comemora nocaute sobre Kelleher: “Mão voltou a funcionar”

0
235

John Lineker mais uma bailou no octógono com o seu boxe afiadíssimo, aproximando e encurralando o visitante Brian Kelleher desde o começo. O americano havia dito os socos de “Mãos de Pedra” não eram tão potentes quanto falavam, mas Kelleher acabou pagando a língua e sofreu no combate.

Lineker recebeu golpes duros, um deles especialmente entrou em cheio, mas ele pareceu não sentir nada, apenas deu um pequena balançada e seguiu caçando Kelleher. Lineker passou a castigar o oponente com golpes na linha de cintura, terminando a movimentação com cruzados em cima. Foram tanto golpes no primeiro e no segundo, que Kelleher entrou mais precavido no terceiro.

Impiedoso, Lineker continuou a saga e aos 3min43s desferiu o último golpe da luta, um cruzado de esquerda. O americano caiu sem som e sem imagem e assim permaneceu por alguns segundos. Lineker vibrou bastante com a vitória e a volta aos nocautes brutais.

– A mão voltou a funcionar, estava precisando desse nocaute para fazer valer meu apelido de “Mãos de Pedra”. Estou muito feliz de lutar no Brasil e a torcida ajudou bastante, muita energia dentro da arena – comemora o paranaense, de olho em uma nova disputa de título.

– Eu gosto de dar um show para o público, é isso que eu faço. Eu não tenho ninguém em mente, quero pegar um Top 5 para me aproximar do título novamente. Porque o objetivo é o título e não é a derrota que sofri para o campeão TJ Dillashaw que vai me impedir de buscar isso.

DEIXE UMA RESPOSTA