Demian Maia comenta vitória sobre Masvidal e revela o que disse Dana White

0
404
Demian domina Masvidal, mas não consegue a finalização - Foto: Divulgação/UFC
Demian domina Masvidal, mas não consegue a finalização – Foto: Divulgação/UFC

Demian Maia alcançou a marca de sete vitórias consecutivas no último sábado, na antepenúltima luta do UFC 211, em Dallas, no estado do Texas (EUA). Jorge Masvidal havia dito que o brasileiro era o meio-médio mais “unidimensional” do UFC e que mostraria suas qualidades como grappler e striker.

Demian não mudou em nada a estratégia e estilo de luta e conseguiu dominar o americano de ascendência cubana. Apesar de fazer boas defesas de queda com sprawl e conectar algumas mão duras para cima de Demian, Masvidal permaneceu grande parte do combate sob sufoco por baixo ou defendendo os ataques de finalização nas costas.

– Cheguei nas posições que eu queria. Eu me mantive em pé bem até a hora de derrubar e chegar nas costas dele, que era o que eu queria. Queria a finalização. Não deu para finalizar. Ele veio muito bem treinado para defender a finalização. Mas acredito que dominei os três rounds. Não concordei com a decisão dividida. Porque teve um juiz que deu dois rounds pra ele. Não sei onde o juiz viu ele ganhar dois rounds. Não sei se alguém viu isso ou só esse juiz – destacou Demian em entrevista ao combate, antes de contar em detalhes da conversa com Dana White ainda no cage.

– A hora que acabou eu perguntei onde ele (Dana White) estava, fui falar com ele. Falei:’Dana, sete vitórias seguidas, o brasileiro com maior número de vitórias, o terceiro no mundo com o maior número de vitórias, quero a chance. Ele falou: Você ganhou a chance de disputar o cinturão agora – comemorou Demian.

 

DEIXE UMA RESPOSTA