Jerônimo Budal e Kelvin Cruz vencem visitantes e faturam cinturões no FFC 9

0
605
FFC aconteceu a 50m da praia - Foto: Valmir Silva
FFC aconteceu a 50m da praia – Foto: Valmir Silva

Pela primeira vez a cidade de Balneário Barra do Sul, no litoral de Santa Catarina, recebeu um evento de Artes Marciais Mistas. O Force Fight Championship (FFC), comandado pelo professor Vilmar Rocha, apresentou um card e uma estrutura dignos de “grande evento”, graças ao trabalho de bastidores de Alessandro “Lenhador”, André “Negão” e Beto “Bug”.

Os duelos de Muay Thai abriram a noite, dando espaço para os novos talentos locais e regionais. Depois foi a vez do Jiu-Jítsu, seguido de duas disputas de cinturão que empolgaram o público no Ginásio Municipal de Barra do Sul.

Luís Pellegrini (centro) líder da Fight Lab comemora resultados - Foto: Valmir Silva
Luís Pellegrini (centro) líder da Fight Lab comemora resultados – Foto: Valmir Silva

Em noite invicta, a equipe Fight Lab se destacou entre as participantes vencendo os seis combates disputados, cinco nas regras do K-1 e um no MMA amador com o jovem Julio Macenas, que derrotou o também iniciante Lucas Farias por decisão dos juízes.

Cleiton pressiona Mudinho com sequência em pé - Foto: Valmir Silva
Cleiton pressiona Mudinho com sequência em pé – Foto: Valmir Silva

No antepenúltimo desafio, Cleiton Rocha (Force Fight), de apenas 17 anos, derrotou nada menos do que um adversário com o dobro da sua idade e muito mais experiente, Maykon Costa (Jamanta Team/Invictus), conhecido como “Mudinho” e que realmente possui a deficiência da surdez e da mudez. Mudinho conseguiu derrubar Cleiton, mas o garoto usou a agilidade para evitar ficar por baixo e combinar chutes e socos, controlando as ações até o fim, saindo com o braço erguido por unanimidade.

Macenas (esq.), o campeão e o treinador Alessandro Lenhador vibram - Foto: Valmir Silva
Eduardo Macenas (esq.), Budal – o campeão e o treinador Alessandro Lenhador vibram – Foto: Valmir Silva

No coevento principal, o atleta da Lenhador Fight Team Jerônimo Budal não deu chances ao visitante Claudelino Ximenes, aplicando a queda e chegando a montada logo no início. O matogrossense do sul que é radicado em Santa Catarina tentou se livrar da pressão, mas Budal manteve a sequência de golpes e garantiu o cinturão peso-pena amador do FFC com nocaute técnico aos 2min50s do primeiro round.

Treinador Beto Bug, amigos e familiares fazem a festa com Kelvin - Foto: Valmir Silva
Treinador Beto Bug, amigos e familiares fazem a festa com Kelvin – Foto: Valmir Silva

Na luta principal, Ivan Rodrigues de Melo, representante de Pomerode,  defendeu o cinturão do FFC da modalidade K-1 contra o joinvilense Kelvin Cruz. Sob o comando do treinador Alberto Cruz (Beto Bug), Kelvin iniciou trabalhando com chutes baixos. Ivan arriscava chutes frontais.

Programado para cinco rounds, o confronto esquentou de vez a partir da metade do primeiro assalto. Ambos atacavam e contra-atacavam. Nenhuma investida ficava sem resposta. No quarto assalto, enquanto a luta se mantinha equilibrada, Ivan acusou uma lesão no joelho esquerdo, devida a sequência de chutes sofridos e sinalizou desistência. Kelvin fez a festa em casa e recebeu o abraço dos amigos e familiares que o incentivaram durante a disputa.

Valmir Rocha (centro) anunciou data e local do FFC 10 - Foto: Valmir Silva
Valmir Rocha (centro) anunciou data e local do FFC 10 – Foto: Valmir Silva

Valmir Rocha já anunciou a data e o local do FFC 10: Trombudo Central (SC), dia 19 de maio, mesmo dia do primeiro UFC no Chile.

DEIXE UMA RESPOSTA