Kevin Lee finaliza Mike Chiesa no UFC Oklahoma; Vitor Miranda perde na decisão

0
440
Kevin Lee ajusta o estrangulamento em Chiesa - Foto: Sean Pokorny-USA TODAY Sports
Kevin Lee ajusta o estrangulamento em Chiesa – Foto: Sean Pokorny-USA TODAY Sports

Kevin Lee confirmou a ótima fase e passou por Mike Chiesa no UFC Oklahoma, neste domingo. Após muitas provocações durante a promoção da luta, os dois chegaram a brigar feio na coletiva de imprensa às vésperas do evento. Lee teria xingado a mãe de Chiesa, que imediatamente partiu para cima do rival. Eles tentaram se agredir e foram contidos.

Mais calmos, ambos tiveram um início cauteloso e técnico. Chiesa encurtou a distância com jabs e acabou caindo por cima de Lee. Em um movimento rápido, Lee se livrou da pressão e conseguiu ir para as costas de Chiesa, desferindo socos até abrir caminho para o mata-leão (reveja aqui). Chiesa defendeu o primeiro ajuste, mas no segundo parecia estar perdendo os sentidos, por um segundo ele parou de se defender e deixou as duas mãos à mostra.

O árbitro central Mário Yamasaki interveio neste exato momento em que Chiesa não se defendia mais. O campeão do TUF 15 se levantou rapidamente e reclamou muito com Yamasaki, afirmando que estava vivo na luta. A interrupção gerou polêmica. Dana White se manifestou nas redes sociais e não poupou críticas ao árbitro.

No coevento principal, Tim Boetsch não deu chances ao ex-campeão dos meio-médios Johny Hendricks e com um chute alto no segundo round, seguido de uma sequência de socos, desbancou o wrestler. Boetsch se recuperou da derrota para Ronaldo Jacaré e na entrevista afirmou que enfrenta qualquer adversário que o UFC escolher.

Entre as preliminares, o especialista em trocação Vitor Miranda tentou uma vitória de virada para cima de Marvin Vettori, mas já era tarde. O italiano conseguiu pontos importantes na primeira etapa e foi mais contundente em pé. Vitor sabia que estava em desvantagem e caçou Vettori no terceiro round. Apesar de ditar o ritmo e andar a frente o tempo todo, Vitor ainda sofreria uma queda. Único brasileiro no card do UFC Oklahoma, Vitor sofreu a segunda derrota seguida.

UFC Fight Night
25 de junho, em Oklahoma City (EUA)
CARD PRINCIPAL 
Kevin Lee venceu Michael Chiesa por finalização aos 4m37s do R1
Tim Boetsch venceu Johny Hendricks por nocaute técnico aos 46s do R2
Felice Herrig venceu Justine Kish por decisão unânime (30-26, 30-26 e 29-27)
Dominick Reyes venceu Joachim Christensen por nocaute técnico aos 29s do R1
Tim Means venceu Alex Garcia por decisão unânime (triplo 29-28)
Dennis Siver venceu BJ Penn por decisão majoritária (28-28, 29-28 e 29-27)
CARD PRELIMINAR
Clay Guida vence Erik Koch por decisão unânime (29-28, 29-26 e 30-27)
Marvin Vettori venceu Vitor Miranda por decisão unânime (30-27, 30-27 e 29-28)
Carla Esparza vence Maryna Moroz por decisão unânime (30-27, 29-28 e 29-28)
Darrell Horcher venceu Devin Powell por decisão dividida (29-28, 29-28 e 28-29)
Jared Gordon venceu Michel Quiñones por nocaute técnico aos 4m22s do R2
Tony Martin venceu Johnny Case por decisão unânime (triplo 29-28)
Jeremy Kimball venceu Josh Stansbury por nocaute técnico a 1m21s do R1

 

DEIXE UMA RESPOSTA