Miltinho Vieira vibra com o ouro no Brasileiro de Jiu-Jítsu sem kimono após 4 anos sem competir

0
129

Líder da Rio Fighters venceu três lutas e faturou o ouro no sábado (21) em evento organizado pela CBJJ

Quatro anos após a sua última participação em uma competição, Miltinho Vieira retornou aos tatames para fazer bonito. O ex-lutador do UFC e do Pride, que não lutava desde 2015, quando conquistou o título dos leves da Copa Pódio de Jiu-Jitsu, participou do Brasileiro de Jiu-Jitsu sem kimono da CBJJ, realizado no último sábado (21) na Arena da Juventude, no Parque Olímpico de Deodoro, no Rio de Janeiro, e saiu com o ouro após derrotar três oponentes na categoria dos leves no Master 3. Apesar de se dedicar integralmente a sua equipe, o líder da Rio Fighters disse que não sentiu tanto o tempo de inatividade por treinar diariamente com os seus alunos.

“A Copa Pódio foi a última competição onde fiz um camp focado e com tempo pra luta. Apesar de estar sem competir há muito tempo, eu não senti muito o ritmo pois estou sempre treinando com meus atletas profissionais e com os meus alunos do Jiu-Jítsu e da Luta Livre. Isso acaba sempre me mantendo 50% pronto para iniciar um novo camp. Além disso, eu tenho o Itallo Vilardo cuidando da preparação dos profissionais aqui na Rio Fighters, e eu estou sempre treinando com ele e pegando dicas de como chegar bem nas competições”, revelou o lutador.

A conquista animou Miltinho, que, aos 40 anos, já se movimenta para competir novamente. Seu foco continua sendo o seu time, que já faturou três cinturões no Shooto Brasil, dois no México e estreou com vitória no Bellator, mas ele pretende montar um planejamento para competir com mais regularidade.

“Já saí de lá pensando no próximo campeonato. Estou querendo voltar a competir com frequência nos eventos de grappling. Quem tem me influenciado bastante é o José Romero, meu sócio na Rio Fighters. Ele está sempre competindo os eventos da CBJJ e vem me incentivando a voltar a lutar. Meu foco é a minha equipe, onde temos conquistado grandes resultados no MMA, mas a minha intenção é voltar a competir mais vezes”, concluiu Miltinho.

DEIXE UMA RESPOSTA