Pantoja finaliza no UFC Argentina e pede Benavidez; Brasileiro lamenta fim dos moscas

0
88

Alexandre Pantoja mostrou que está cada vez mais preparado para o topo dos pesos-moscas. Mas com a novela do fim da categoria no Ultimate, o brasileiro ainda não sabe o seu futuro, o que sabe é que não deu chances ao japonês Ulka Sasaki no UFC Argentina, neste sábado (17). Bastaram apenas 2min18s para o black belt rodar para as costas e deixar os olhos de Sasaki ainda mais fechados com um justíssimo mata-leão. Apesar da rivalidade do futebol ARG x BRA, Pantoja conquistou a torcida com a performance e recebeu aplausos dos hermanos.

– A atmosfera da Argentina é incrível, eu espero que tenham outros eventos aqui e eu possa lutar aqui de novo. O Sasaki é um lutador bem experiente, já tem muitas lutas no UFC, já lutou com grandes lutadores, lutou na categoria de cima… Então, foi um grande desafio para mim e felizmente consegui botar o meu jogo, consegui fazer uma inversão no chão e pegar o mata-leão rápido. Senti que ele já não estava 100% e só concluí a posição. É um momento de muita felicidade para mim – avaliou, antes de desafiar Joseph Benavidez, terceiro no ranking até 57 kg.

– Ali no octógono eu pedi uma luta contra o Joseph Benavidez, porque ele é um grande nome não só da nossa divisão, mas do UFC como um todo. Eu me lembro mais novo, antes de começar a competir, vendo ele lutar, e seria um grande passo lutar contra ele. Não sei se eu iria vencer, claro que vou dar o meu melhor, mas seria importante lutar contra um lutador que tem um legado como o dele.

Pantoja vislumbra um futuro campeão em sua divisão original e não pensa em subir para os pesos-galos até que saia uma confirmação do fim dos moscas. O atleta da American Top Team quer seguir trabalhando para buscar um carreira consolidada como as lendas Deemetrious Johnson e Henry Cejudo, este último um possível adversário em um futuro próximo. Pantoja lamentou o possível fim da divisão dos moscas e reforçou o pedido por Benavidez.

– Eu não vi nenhuma declaração oficial do UFC, meu manager não falou nada comigo, vamos esperar a virada desse ano para ver o que vai acontecer, mas eu lamento muito, para mim é uma categoria bonita, como você pode ver meu estilo de luta, a gente “vai para dentro’, faz esse show, sinceramente é uma das categorias mais técnicas, muito disputada, os leigos não entendem… Quero enfrentar os melhores da categoria e como disse, quero o Benavidez – concluiu o carioca.

DEIXE UMA RESPOSTA