Pedrinho Nobre finaliza ucraniano e fatura cinturão na Áustria

0
280

Faixa-preta da Brazilian Top Team (BTT), Pedro Nobre conquistou o seu primeiro cinturão internacional no MMA. No último sábado (15), Pedrinho disputou o título dos galos do Vendetta MMA, evento organizado pela International Sport Karate Association (ISKA), que foi realizado em Viena, na Áustria, e finalizou o ucraniano Taras Gryckiv com um mata-leão ainda no primeiro round para ficar com o cinturão. Com o triunfo, Pedro Nobre agora soma 28 lutas de MMA em seu cartel, sendo 20 vitórias, cinco derrotas, um empate e um No Contest (sem resultado).

“O Fernando Paulon e o Ivan Rodrigues estudaram as lutas dele e perceberam que ele chutava muito na cabeça e nas costelas. Então, fui pra cima e esperei o chute, que veio logo em seguida. Catei o chute, coloquei para baixo e esperei ele errar. Quando ele errou, eu montei, peguei as costas e apertei o pescoço. Fiquei muito feliz com essa conquista”, comemorou.

O carioca, que atualmente está morando na Áustria, contou com uma grande surpresa na semana da luta, o que aumentou ainda mais a sua vontade de vencer.

“Esse cinturão representa um recomeço pra mim, especialmente por estar morando em um novo país. E, para ficar ainda melhor, o meu treinador Ivan Rodrigues e sua esposa Priscila prepararam uma surpresa pra mim. Eles trouxeram a minha esposa e a minha filha na semana da luta. Com toda certeza foi a motivação que faltava pra conquistar esse cinturão”, vibrou Pedrinho.

O experiente lutador, que já foi considerado o melhor posa-mosca em atividade no Brasil, e possui passagens por eventos como o UFC, Titan FC, onde chegou a disputar o cinturão da categoria, e o show russo Fight Nights Global, não vê a hora de voltar a lutar e defender o seu título.

“Já estou ansioso para a minha próxima luta. Quero voltar a lutar com a frequência de antes. Após o combate dei uma entrevista dizendo que coloco o cinturão a disposição de qualquer um que quiser. A única coisa que o meu oponente precisa fazer é subir no cage e tentar tirá-lo de mim”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA