Prime Esportes e LBV serão homenageadas pelo Prêmio Osvaldo Paquetá

0
302
Dona Bruna Giovannone passa o bastão ao filho Gustavo Giovannone - Foto: Divulgação
Dona Bruna Giovannone é homenageada antes de passar o bastão ao filho Gustavo Giovannone – Foto: Divulgação

Desde 1971 no mercado, atendendo mais 200 mil academias, a empresa Prime Esportes (Grupo Haiti) foi fundada pelo casal Atílio Giovannone e Emília Giovannone, que conforme a tradição passou o controle às mãos da filha, a Sra. Bruna Giovannone. Ela continuou consolidando o trabalho com sucesso até se aposentar na última sexta-feira de 2017, passando o “bastão” ao filho, Gustavo Giovannone.

Além de ser o tatame oficial das principais equipes do Brasil como a Gracie Barra, Team Nogueira, Atos JJ, Zenith BJJ e Demian Maia (Vila da Luta) entre outras grandes, a Prime Esportes figura como tatame oficial também das principais competições da arte suave como IBJJF, CBJJ, CBJJE, ADCC, a agora também do evento russo ACB JJ. Grandes nomes das artes marciais como Ronaldo Jacaré (atleta do UFC), Renato Moicano (atleta do UFC), Allan Nughete (atleta do UFC), Laís Nunes (atleta olímpica – Wrestling), Rafael Feijão (ex-atleta do UFC) e Rogério Camões (preparador físico de Anderson Silva) já passaram pela marca. John Linker, atleta peso-galo do UFC, atualmente é um dos lutadores patrocinados pela Prime.

Mas, a maior das vitórias da Prime Esportes foi investir nos projetos sociais e literalmente salvar os jovens das drogas, do crime e de outros prováveis infortúnios de se viver em áreas de extrema violência e tráfico. Em uma pesquisa, em parceira com a Legião da Boa Vontade (LBV), a maior fabricante de tatames da América Latina chegou à conclusão que cerca de 80% das crianças são verdadeiramente “resgatadas” através do esporte. Muitas delas que ao longo dos 10 anos de projetos decidiram aprender Jiu-Jístu, hoje são professores, pessoas respeitadas na sociedade e que sustentam suas famílias ministrando aulas.

É por essa diferença na vida de milhares de jovens que a Prime Esporte e a LBV serão homenageadas pelo Prêmio Osvaldo Paquetá na cerimônia de premiação dos “Melhores do Ano”, no dia 27 de janeiro, em Niterói (RJ). Fabiano Marinho, diretor de Marketing da Prime Esportes representará a empresa na noite do “Oscar do MMA Nacional”.

A parceira de dez anos ganhou merecido destaque por apoiar inúmeros projetos sociais em São Paulo, Bahia, mas principalmente no estado do Rio de Janeiro. No Rio, foram montadas 34 salas para a prática de artes marciais, somando cerca de 6000 crianças atendidas. Vale lembrar que a parceira em Prime e LBV vai além da montagem das salas com tatame. Os materiais de luta como kimono, faixas, luvas e sacos de pancada entram no investimento dos projetos.

As salas ou dojôs estão espalhadas nas comunidades, UPPs, Bope, Corpo de Bombeiros, Igrejas e Associações de Moradores. Um dos principais exemplos dos benefícios do esporte está nas favelas de Manguinhos e Jacaré, umas das mais perigosas da zona norte do Rio de Janeiro, onde são atendidas 1300 crianças. Acompanhadas por uma equipe multidisciplinar, as crianças têm mostrado mudança de comportamento na escola, melhora no rendimento e obviamente melhores notas, tudo graças às artes marciais ministradas nos projetos.

Além de Manguinhos e Jacaré, a Prime está presente em Muriqui, no Complexo do Alemão, Morro da Providência e cidades adjacentes (há muitas outras comunidades, academias e atletas apoiados pela Prime, mas os citados na matéria foram que conseguimos apurar através de dados oficiais). Um detalhe importante em todo esse histórico envolvendo o nome Prime Esportes e LBV, é que as empresas nunca dependeram de nenhum órgão do governo para destinar verbas aos projetos. Todos os investimentos até hoje foram recursos próprios da Prime e da LBV.

 

DEIXE UMA RESPOSTA