Resultados Mundial 2019: Buchecha é ouro no peso e absoluto; Nathiely repete o feito no feminino

0
218
Buchecha e Lo fecham o absoluto e ouro fica com Buchecha – Foto: Kenny Jewel/GrappleTV

Mais uma vez o grande nome do Mundial foi Marcus Buchecha que novamente conquistou o ouro duplo. No pesadíssimo Buchecha finalizou Ricardo Evangelista com um estrangulamento de lapela das costas e fechou a final do absoluto com o amigo pessoal Leandro Lo, que deu passagem ao melhor competidor de todos os tempos na faixa-preta. Buchecha chega, assim, ao histórico número de 13 ouros na faixa-preta.

Nathiely de Jesus, o maior nome feminino do Mundial 2019, cravou ouro também no peso e no absoluto. Nos pesados Nathi finalizou Fernanda Mazzelli com um estrangulamento e na final do absoluto derrotou Bia Mesquista por 4 a 0, o seu primeiro outro na divisão aberta e mais cobiçada dos Mundiais.

Nicholas Maregali pisou no acelerador e em duelo frenético pegou as costas para finalizar o duríssimo Mohamad Aly e faturar o segundo ouro consecutivo nos super-pesados.

Na força, na garra, na técnica e na explosão, Kaynan Duarte superou Leandro Lo por 5 a 2 nos pontos e levou para casa a medalha de ouro nos pesos-pesados – uma das lutas mais acirradas do Mundial 2019. Kaynan festeja a primeira dourada já em seu primeiro ano competindo na preta.

Em uma guerra disputada palmo a palmo do início ao fim e após empate em 4 a 4 nos pontos e 1 a 1 nas vantagens, Felipe Preguiça derrotou Gustavo Batista na decisão dos juízes e levou o ouro no meio-pesado.

Na final dos médios, Gabriel Arges conseguiu vencer Isaque Bahiense de virada. Eles estavam empatados em 4 a 4 na pontuação e Bahiense levava por 2 a 1 nas vantagens. Nos segundo finais, Arges tentou pegar as costas e inverteu para 3 a 2 as vantagens, faturando mais um título Mundial na faixa-preta.

Lucas Lepri conquistou a medalha de ouro no peso-leve na decisão dos juízes. A sexta medalha de ouro em Mundiais foi sobre Lucas Valente, com um jogo de pressão por cima e defendendo os ataques debaixo.

Em seu primeiro Mundial na faixa-preta, Matheus Gabriel esticou o braço de Márcio Andre no triângulo invertido para ficar com o ouro no peso-pena.

Com uma performance impressionante, Mikey Musumeci precisou de apenas 12 segundos para pegar o pé de Rodnei Barbosa, o Roy, e conquistar o terceiro ouro consecutivo na categoria peso-galo.

Os irmãos João Miyao e Paulo Miyao fecharam a categoria pluma e o ouro ficou para João, o primeiro dele com a faixa-preta. Paulo já conquistou a sua em Mundiais.

Demais resultados do feminino:

-Super-pesado: Cláudia do Val venceu Venla Lukkonenn com uma chave de braço com um triângulo encaixado da montada, fazendo a alavanca pressionando o braço de Venla contra o corpo. Esse foi o tri-Mundial de Cláudia e na terceira categoria diferente.
-Meio-pesado: Andressa Cintra finalizou Luiza Monteiro com um estrangulamento das costas e levou o seu primeiro ouro na preta.
-Peso-médio: Ana Carolina Vieira venceu Laurah Elizabeth com um estrangulamento das costas e faturou o tri-Mundial na preta.
-Peso-leve: Bia Mesquita venceu Charlotte Von Baumgarten por finalização (triângulo) e estabelece um recorde entre as mulheres: nove ouros em Mundiais.
-Peso-pena: Ana Schmitt venceu Bia Basílio por decisão dos juízes, garantindo o bi-Mundial.
-Peso-galo: Mayssa Bastos venceu Rikako Yuasa por uma vantagem, o seu primeiro ouro na preta.
-Peso-pluma: Tammi Musumeci venceu Amanda Monteiro por uma vantagem, o seu primeiro ouro na preta.


DEIXE UMA RESPOSTA