Stipe Miocic nocauteia Cormier em revanche e recupera cinturão dos pesados; Assista

0
119

Stipe Miocic já está na história dos pesos-pesados do UFC como o maior defensor de título na divisão (3). Relembrando: a conquista veio com nocaute sobre Fabrício Werdum (R1) em maio de 2016, a primeira defesa veio com nocaute sobre Alistair Overeem (R1) em setembro do mesmo ano, a segunda defesa veio com outro nocaute em cima de Junior Cigano (R1) em maio de 2017, a terceira defesa veio com uma vitória dificílima por decisão unânime em cinco rounds contra Francis Ngannou em janeiro de 2018.

Em seguida, no mês de julho, o campeão dos meio-pesados Daniel Cormier resolveu subir e desafiar Miocic. A noite não foi nada boa para o descendente de croatas e representante de Cleveland. Cormier aproveitou um brecha e com um upper (gancho) abriu caminho para um nocaute devastador no primeiro round, tornando-se o segundo na história, depois de Conor McGregor a conquistar cinturões simultaneamente em duas categorias.

Miocic resolveu esfriar a cabeça, curtir o nascimento da filha duas semanas depois do revés e seguir treinando, à espera não muito esperançosa de uma revanche. No último sábado, Miocic recebeu a chance na luta principal do UFC 241 na Califórnia e não desperdiçou. Cormier começou dominante, acertando mais golpes em pé e aplicando quedas. Até o terceiro round tudo indicava que o cinturão permaneceria com Cormier. Ambos cansaram a partir do terceiro.

Porém, Miocic notou que ainda não havia explorado a linha de cintura do então campeão. Ele iniciou o quarto round mirando e acertando uma atrás da outra no fígado de Cormier, que acusou claramente e balançou. Miocic sentiu que era o momento de partir para cima para definir, e o fez com excelência, encurtando e soltando mãos pesadas em cheio. Cormier desaba nocauteado; Miocic comemora com uma dancinha estilo country e volta ao topo dos pesados.

Assista ao nocaute aos 2min06s do vídeo:

DEIXE UMA RESPOSTA