Teixeira, Magon, Midnight e Cowboy vencem rápido e mantêm cinturões em casa no MSC 10

0
559

A cidade de Apucarana não é uma super metrópole, possui 133 mil habitantes, está localizada no centro-norte do Paraná, mas conta com mais grandes nomes do MMA que muitas capitais. Os apucaranenses mostraram a sua força neste sábado ao defender com sucesso quatro cinturões do MMA Sanda Combat, evento organizado por Silvano Souza, que comemorou sua 10ª edição de casa cheia, mais uma vez o público compareceu em peso para prestigiar seus representantes.

Rafael Teixeira atropela visitante e mantém cinturão até 84 kg em casa

Teixeira vence Serious com um cruzado fatal – Foto: MAISMMA

Na luta principal, o policial Rafael Teixeira Dias defendeu o cinturão dos pesos-médios, até 84 kg em apenas 12 segundos. O atleta da casa explodiu para cima do desafiante de Siqueira Campos (PR) Rafael “Serious” Souza com um direto seguido de uma sequência frenética de socos, decretando o nocaute mais rápido da noite. Teixeira vibrou muito e exibiu a bandeira da ROTAM, unidade operacional tática da Polícia Militar da qual faz parte. Teixeira ainda pediu aplausos ao adversário em forma de agradecimento por ter aceito a luta com apenas dois dias de antecedência, substituindo um desistente.

Magon nocauteia com único chute e cinturão até 93 kg fica em Apucarana

Mogon nocauteia com frontal na linha de cintura – Foto: MAISMMA

Um duelo de gigantes também empolgou a plateia no coevento principal da noite. Outro atleta local, Flávio Magon defendeu com unhas e dentes o título dos meio-pesados, até 93 kg diante do ponta-grossense José Rodrigo “Dragão”. Com experiência em eventos internacionais e um currículo extenso no MMA, ambos iniciaram com gana de definir pela via rápida. Dragão fintou a troca franca em pé, mas logo levou Magon para as cordas em busca da queda. Magon defendeu, colocou a luta no centro e com um chute frontal na linha de cintura nocauteou Dragão de forma fulminante, fazendo a festa com a família e alunos.

Laerte Midnight aceita desafio de fã e finaliza para manter cinturão dos super meio-médios

Midnight finaliza fã que o desafiou – Foto: MAISMMA

Na antepenúltima luta da noite, Laerte “Midnight” Costa e Silva também representou Apucarana na defesa do cinturão dos super meio-médios, até 80 kg, nova categoria lançada recentemente pelo Shooto Brasil. A curiosidade é que o desafiante era um fã de Midnight, que começou a treinar depois de ver o “ídolo” lutar. Edson da Silva pediu a oportunidade e Midnight respeitosamente aceitou. Com bagagem internacional, o apucaranense preferiu levar a luta para o chão e buscar a finalização, que veio no fim do primeiro round com uma americana no braço. Edson agradeceu à organização pelo sonho realizado em sua terceira luta profissional.

Alisson Cowboy pega no triângulo e conquista título dos leves

Cowboy finaliza no triângulo e festeja título – Foto: MAISMMA

Para fechar com excelência a noite dos donos da casa, Alisson “Cowboy” Paiva não deu chances ao também ponta-grossense Henrique “Stark” Santos na disputa do cinturão dos pesos-leves. Henrique é um peso-pena, mas aceitou a luta na categoria de cima pela chance do título. Como Cowboy não tem nada que ver com as escolhas profissionais do rival, tratou de fazer o dever de casa. Após ajustar a guilhotina e ver Henrique defender, Cowboy escalou a guarda e ajustou o triângulo da vitória, antes de festejar com a torcida local.

Preliminares empolgam antes do card principal

Lucas Ramos de Guarapuava (PR) venceu o representante de Macaé (RJ) por decisão dividida, resultado considerado polêmico pela quantidade de quedas e pela maior quantidade de golpes conectados por Gabriel, que ficou surpreso ao ouvir o anúncio do vencedor. Lucas teve bons momentos, desiquilibrou o rival duas vezes com golpes duros, também buscou a luta. A vitória credenciou Lucas a disputar o cinturão dos pesos-penas na 11ª edição, em agosto. 

O gaúcho Gian Sarturi, atualmente radicado em Joinville (SC), chegou à terceira vitória consecutiva ao nocautear João Paulo da Silva Moreira de Jandaia do Sul (PR) com socos da montada na metade do primeiro round. 

Abrindo a noite de disputas, Anderson “Pelego” Salamucha de Prudentópolis (PR) nocauteou o apucaranense Anderson “Coca” com uma combinação de socos aos 15 segundos do primeiro round.

Nota:

***Atualização – 29 de abril de 2019: Após pedido de revisão do resultado da luta entre Lucas Ramos e Gabriel Oliveira pela equipe de Gabriel, que discordou da vitória de Lucas por decisão dividida, devido ao maior domínio e quantidade de quedas de Gabriel, o organizador do MMA Sanda Combat, Silvano Souza, baseado em uma análise minuciosa de especialistas em arbitragem e em comum acordo entre as equipes, autorizou a mudança do resultado para vitória de Gabriel por decisão dividida, deixando desde já acordada a revanche para o MSC 11, em novembro, valendo o cinturão dos pesos-penas.

DEIXE UMA RESPOSTA