Tubarão, Buzika e Alex Canguru vencem no Future FC 2 e assinam com o LFA

0
44
O Future FC realizou sua 2ª edição nessa sexta-feira, em Indaiatuba, interior de São Paulo. Na luta principal, Joanderson Tubarão finalizou Estabili Amato em um grande duelo e garantiu um contrato com o evento americano LFA, parceiro da organização brasileira.
A luta foi intensa. Fazendo jus ao apelido, Joanderson Tubarão caçou Estabili Amato durante a maior parte do tempo, aplicando duros golpes em pé. Porém, no final do primeiro round, o lutador de São Miguel-SP lançou um contragolpe que levou o atleta da Chute Boxe Bauru a knockdown.
No segundo round, Tubarão devolveu na mesma moeda. E foi além. Após derrubar Estabili com um soco, foi para cima e encaixou uma guilhotina antes que o adversário pudesse se recuperar, definindo o combate e garantindo sua passagem para o cenário internacional.
“Sinceramente, eu já esperava (ir para o LFA). É a recompensa do trabalho, da minha dedicação. Eu sabia que, mais cedo ou mais tarde, minha hora ia chegar. E chegou”, declarou assim que desceu do decágono. “Os pesos-penas do LFA podem esperar mais um brasileiro casca-grossa preparado para guerra.”
Os pesos leves Anderson Buzika e Alex Canguru também carimbaram seus passaportes. Buzika nocauteou Kleverson Sampaio, 5kg mais pesado, com um cruzado ainda no primeiro round, assim como Canguru, que despachou Joelson Demente pelo mesmo método.
O Future FC 3 já tem data e local marcados e card definido. Com a participação do público, que votou através do aplicativo do evento, os pesos médios Wellington Turman e Antônio Arroyo foram eleitos para a luta principal da edição, que acontece no dia 22 de março, novamente em Indaiatuba. O card completo está disponível no aplicativo e no site oficial.
Future FC 2
22 de fevereiro de 2019
Clube 9 de Juho, Indaiatuba-SP
Joanderson Tubarão finalizou Estabili Amato com uma guilhotina aos 0:41 Round 2
Anderson Buzika venceu Kleverson Sampaio por nocaute técnico a 1:42 do Round 1
Elton Alves venceu Alan Gabriel Tilico por decisão unânime (triplo 30-27)
Gabriel Marretinha finalizou Moacir Cordeiro com um mata-leão aos 2:30 do Round 2
Evandro Barbosa venceu Luys Lima por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28)
Alex Canguru venceu Joelson Demente por nocaute aos 3:28 do Round 1
Vanessa Melo venceu Nilde Furacão por decisão unânime (triplo 30-27)
Paulo César PC finalizou Wesley Constantino com uma guilhotina aos 2:51 do Round 1
Pedro Henrique Psicopata venceu Thiago TKS por nocaute técnico a 1:34 do Round 2
Lucas Cisco venceu Antônio César por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28)

DEIXE UMA RESPOSTA