UFC Chicago: Valentina Shevchenko domina ex-campeã Holly Holm e pede cinturão; Barboza supera Melendez

0
541
ct-valentina-shevchenko-holly-holm-ufc-chicago-20160723
Valentina Shevchenko foi superior nos cinco rounds contra a ex-campeã Holly Holm (Foto: Divulgação)

 

O UFC Chicago, realizado no sábado (23), contou com a participação de cinco brasileiros e teve como luta principal a ex-campeã dos pesos-galos Holly Holm enfrentando Valentina Shevchenko, atleta nascida no Quirguistão, e radicada no Peru. Na co-luta principal, Edson Barbosa mediu forças com Gilbert Melendez em duelo acirrado.

Luiz Henrique “KLB” abriu a noite de disputas com vitória por finalização sobre Dmitry Smolyakov. KLB desferia golpes das costas, na posição de quatro apoios, quando Smolyakov tentou se livrar e acabou expondo o pescoço para um impiedoso mata-leão.

Alex Cowboy fez uma luta estratégica para controlar as ações, manter a luta em pé e pontuar para vencer James Moontasri por decisão unânime dos juízes.

Godofredo Pepey não resistiu ao jogo amarrado de Darren Elkins e amargou derrota por unanimidade.

Michel Trator dominou os três rounds contra JC Cottrell e teve o braço erguido também por decisão unânime. O policial da Rotam (Bope do Pará), mostrou um wrestling afiado, conseguiu aplicar quedas e trabalhar por cima, garantindo o resultado positivo.

hi-res-71d354c2cd4be15c93639e8dfef726fb_crop_north
Barboza comemora a vitória sobre Melendez, o principal triunfo da carreira (Foto: Divulgação)

Edson Barboza venceu Gilbert Melendez, a luta mais dura da sua carreira. Ao melhor estilo Pedro Rizzo, Barboza minou completamente as pernas do ex-campeão do Strikeforce. Melendez conectou golpes duros e assustou com um knockdown. Barboza assimilou a pressão e manteve uma postura agressiva até sair com a vitória por unanimidade.

Valentina Shevchenko, mais uma candidata ao título dos pesos-galos feminino. Com um jogo superior na trocação, a euro-peruana ditou o ritmo do combate com a ex-campeã Holy Holm. Shevchenko mostrou claramente que havia estudado a movimentação e o boxe de Holly, sempre se antecipando e surpreendendo nos contragolpes. Após a vitória, por decisão unânime, Shevchenko pediu uma chance de disputar o cinturão contra Amanda Nunes, atual campeã da divisão.

UFC: Holm x Shevchenko
23 de julho de 2016, em Chicago (EUA)
CARD PRINCIPAL:
Valentina Shevchenko venceu Holly Holm por decisão unânime (triplo 49-46)
Edson Barboza venceu Gilbert Melendez por decisão unânime (30-27, 30-27 e 29-28)
Francis Ngannou venceu Bojan Mihajlovic por nocaute técnico a 1m34s do R1
Felice Herrig venceu Kailin Curran por finalização a 1m59s do R1
CARD PRELIMINAR:
Eddie Wineland venceu Frankie Saenz por nocaute técnico a 1m54s do R3
Darren Elkins venceu Godofredo Pepey por decisão unânime (29-27, 29-27 e 30-26)
Kamaru Usman venceu Alexander Yakovlev por decisão unânime (triplo 30-25)
Michel Trator venceu JC Cottrell por decisão unânime (30-26, 30-27 e 30-27)
Alex Cowboy venceu James Moontasri por decisão unânime (30-26, 30-26 e 30-25)
Jason Knight venceu Jim Alers por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)
Luis Henrique KLB venceu Dmitry Smolyakov por finalização aos 3m58s do R2

DEIXE UMA RESPOSTA