Vitor Miranda volta às origens e luta em casa no WGP

0
152
Miranda projeta o quarto nocaute (Foto: Jason Silva)
Miranda assina com o WGP e volta à luta em pé  (Foto: Jason Silva)

Vitor Miranda escreveu seu nome na história das artes marciais na luta em pé, tornando-se o melhor stricker peso-pesado da modalidade em seu auge, antes mesmo da passagem pelo TUF Brasil e UFC.

Após sete lutas na maior organização do mundo, em sua nova categoria os pesos-médios, o catarinense acabou acumulando derrotas e deixou o evento. Não pense que a vida para pós UFC.

Aos 39 anos, Vitor mantém os treinos duros, a vida saudável que já levava, de olho em uma boa proposta em uma nova casa. A oferta apareceu na hora certa e da melhor forma. Além de voltar a lutar na sua terra natal, Joinville, Vitor voltará às suas raízes, a luta em pé. Ele enfrenta o paraguaio Marcelo Nuñez no WGP Kickboxing, no dia 16 de dezembro.

Será a primeira vez que o evento desembarca em Santa Catarina. Após a saída do UFC, Vitor optou por retornar à sua cidade, onde divide os treinos com a carreira de Youtuber e agora com o seu mais novo projeto, uma academia especializada em artes marciais com uma estrutura de primeiro mundo. Em breve faremos a cobertura da inauguração.

DEIXE UMA RESPOSTA