Warrior 15: Ale Albuquerque passa de promessa à revelação e dá show em estreia profissional

0
1696

Desde 2006 no cenário catarinense, o Warrior Challenge, evento que revelou nomes como ªJohn Lineker, Charles do Bonx’s e tantos outros, comemorou a sua 15ª edição neste sábado (7). Com preliminares disputadas nas regras do Jiu-Jítsu, Submission, Muay Thai e Boxe, o evento pioneiro em Itapema e região fechou a noite com cinco lutas de MMA.

Albuquerque e Duda com o sentimento de dever cumprido - Foto: Valmir Silva/MAISMMA
Albuquerque, Duda e o sentimento de dever cumprido – Foto: Valmir Silva/MAISMMA

Aposta da CM System, Ale Albuquerque estreia com show no profissional

O grande destaque da noite ficou por conta da estreia profissional do atleta da casa Alessandro Albuquerque. Com apenas 18 anos de idade e um currículo de nove vitórias em 11 lutas como amador, a promessa da CM System fez um confronto disputadíssimo com Elisângelo Alves. O visitante vendeu caro a derrota. Albuquerque conseguiu controlar as ações tanto em pé quanto no chão nos três rounds.

Alves mostrou muita garra e aceitou a troca franca de golpes. Albuquerque chegou perto do nocaute, castigou no ground and pound, mas o rival surpreendeu, respondendo com cruzados perigosos. Mesmo com um corte no canto da boca, meio grogue, Alves resistiu até o fim. Para a alegria do treinador Eduardo Gomes e dos familiares presentes, Alessandro confirmou o seu primeiro passo na carreira profissional com uma vitória contundente e unânime.

Francisco Bruto mantém título no MMA amador

No co-evento principal, Francisco “Bruto” Alves, representante da Chute Boxe, defendeu o cinturão amador da categoria meio-médio (até 77 kg) com vitória. O campeão iniciou trocando fortes chutes baixos com o desafiante Maxwell da Silva. O itajaiense encontrou a distância primeiro e conectou um direto em cheio no rosto do campeão, chegando perto do nocaute. Bruto se recuperou rápido, colocou a luta de pé e na troca de esgrimas rente à grade, envolveu o pescoço de Maxwell com uma guilhotina, mantendo o título e levantando a pequena torcida que veio para incentivá-lo.

Camila Meira brilha no Jiu-Jitsu antes de migrar para o MMA

Nas regras do Jiu-Jítsu, a lutadora da casa Camila Meira conseguiu ditar o ritmo diante de Viviane Braga e sagrar-se campeã ao insistir e esticar o braço da oponente com um armlock. A nova promessa da CM System Itapema deve estrear no MMA no Warrior Challenge, em maio de 2018.

Na única luta de boxe, destaque para o belo nocaute do atleta Pedro Barreto (CM System Itapema), que depois de sofrer uma sequência de socos, atacou e definiu com um único golpe, um cruzado, enviando Douglas Lemos (Sociedade da Luta) à lona, nocauteado.

DEIXE UMA RESPOSTA