Whittaker bate Romero em decisão apertada; Colby supera Dos Anjos e leva título interino

0
254

Fala mais do que deve, mas na luta realmente consegue se impor, cadenciado pelo seu Wrestling de All American. Colby Covington fez a jogo do “abafa”, pressionou Rafael dos Anjos nas grades o tempo todo, sempre em busca da queda e somou os pontos que fizeram a diferença no resultado.

O brasileiro teve ótimos momentos, conectou mãos duríssimas e belo chutes na linha de cintura, também aplicou quedas, mas venceu apenas dois dos cinco rounds, por uma pequena diferença. Colby venceu os outros três com uma vantagem mais clara e comemorou a conquista do cinturão interino nos pesos meio-médios.

Se antes estava falando m****, imagina agora? Lutar, luta muito, mas precisa treinar mais o respeito. Senão, será um campeão abobado, não honrado.

Na luta principal, uma guerra ainda mais frenética e muito mais emocionante do que Colby x RDA. Apesar da luta principal não valer o cinturão dos médios, porque Yoel Romero ficou acima do peso, Robert Whittaker parecia temer que poderia perder o título e o defendeu com unhas e dentes.

Foram 25 minutos de muita adrenalina. Ambos chegaram perto de encerrar. Aparentando cansaço, Romero renasceu no combate nos últimos dois rounds, principalmente no quinto, quando aplicou um knockdown e castigou o australiano no chão (10-8). Como um verdadeiro campeão, Whittaker passou um tremendo sufoco, sobreviveu e continuou indo para cima do cubano. A vitória veio na decisão dividida dos juízes.

Nas preliminares, Claudia Gadelha venceu Carla Esparza na decisão dividida em um luta bastante equilibrada e Charles do Bronx finalizou o dono da casa Clay Guida com uma guilhotina, empatando em número de finalizações com a lenda Royce Gracie com dez.

Resultados do UFC 225:

CARD PRINCIPAL:
Robert Whittaker venceu Yoel Romero por decisão dividida (48-47, 47-48 e 48-47)
Colby Covington venceu Rafael dos Anjos por decisão unânime (49-46, 48-47 e 48-47)
Holly Holm venceu Megan Anderson por decisão unânime (30-27, 30-26 e 30-26)
Tai Tuivasa venceu Andrei Arlovski por decisão unânime (triplo 29-28)
Mike Jackson venceu CM Punk por decisão unânime (triplo 30-26)
CARD PRELIMINAR:
Curtis Blaydes venceu Alistair Overeem por nocaute técnico aos 2m56s do R3
Cláudia Gadelha venceu Carla Esparza por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)
Mirsad Bektic venceu Ricardo Lamas por decisão dividida (29-28, 28-29 e 30-27)
Chris de la Rocha venceu Rashad Coulter por nocaute técnico aos 3m53s do R2
Anthony Smith venceu Rashad Evans por nocaute aos 53s do R1
Sergio Pettis venceu Joseph Benavidez por decisão dividida (29-28, 28-29 e 30-27)
Charles do Bronx venceu Clay Guida por finalização aos 2m18s do R1
Dan Ige venceu Mike Santiago por nocaute técnico aos 50s do R1

DEIXE UMA RESPOSTA