Pronto para o UFC Brasília, Do Bronx avisa Kevin Lee: ‘Vou sair com o braço levantado’

0
260

O lutador da Chute Boxe/Diego Lima Charles do Bronx vive uma fase iluminada. Recordista de finalizações do Ultimate Fighting Championship e embalado por uma sequência de seis vitórias, o paulista ganhou uma oportunidade de ouro da organização. Charles foi escalado para fazer a luta principal do UFC Brasília, que será disputado no dia 14 de março na capital do Brasil, contra o experiente Kevin Lee. Um resultado positivo colocará o brasileiro ainda mais perto do topo de sua categoria na temporada 2020.

Apesar da provável dificuldade que encontrará quando entrar no octógono contra o norte-americano, Do Bronx sabe que tem armas suficientes para sair vencedor da peleja. Seu estilo agressivo e a força da torcida brasileira serão fundamentais para a conquista da sétima vitória consecutiva.

“Todo mundo vai falar alguma coisa. Ele (Kevin Lee) é um cara provocador, mas no dia 14 de março eu estarei mais do que pronto. Ele vai ver a pressão da torcida brasileira e a pressão que eu vou colocar pra cima dele. Vai ser um grande show e vou sair com o braço levantado”, prometeu.

Ocupando a 13ª posição no ranking dos pesos-leves, ele garante viver sua melhor fase dentro do MMA profissional. “Estou vivendo um belo momento da minha carreira. São seis vitórias seguidas, sendo duas por nocaute. Isso mostra o quanto eu tenho evoluído na minha parte em pé. Eu tô bem física e mentalmente. Eu tô na equipe certa, que é a Chute Boxe/Diego Lima. Tudo 100%”.

Mais maduro, Do Bronx acredita que, aos 30 anos, encontrou o modelo perfeito para aprimorar o seu jogo em território brasileiro. Tudo graças ao tratamento que vem recebendo dos seus mestres Diego Lima e Jorge Patino Macaco.

“Cada lutador faz a sua escolha. Muitos preferem ir para fora do país, mas eu não. Eu tenho tudo que preciso na equipe Chute Boxe/Diego Lima e na Macaco Gold Team. Tudo que necessito eles conseguem para mim. Como costumo dizer: os leões andam com leões. Estou muito satisfeito por tudo o que me é oferecido e não preciso ir para fora para seguir evoluindo”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA