Raulian, Thiago Moisés e Marina Rodriguez dão show no Contender; UFC contrata mais sete

0
5436
Raulian Paiva faz a melhor luta do DWTNCS 3 a ganha contrato - Foto: Arquivo Pessoal
Raulian Paiva faz a melhor luta do DWTNCS 3 e ganha contrato do UFC- Foto: Arquivo Pessoal

Dez lutas praticamente em sequência fecharam o último dia do DWTN Contender Series – Brazil, evento realizado em Las Vegas, no sábado (11). Foram cinco combates no DWTNCS 2 e mais cinco no DWTNCS 3. Sete dos dez vencedores da noite receberam o contrato do UFC.

O grande destaque do DWTNCS 2 foi a peso-palha Marina Rodriguez da equipe Thai Brasil de Florianópolis. Oriunda do Muay Thai, a bageense que é radicada em Santa Catarina soltou toda a sua agressividade aliada a técnica para pressionar e nocautear Maria Oliveira por volta dos dois minutos de luta. Já o finalista do TUF Brasil 3, Márcio Lyoto, demitido do UFC após três derrotas, tentava o retorno à organização através do Contender, e apesar de finalizar Leonardo Cabeção com uma guilhotina no primeiro round, não convenceu Dana White de que mereça uma nova chance agora.

Após as primeiras cinco lutas, uma pequena pausa, e logo se iniciaram as últimas cinco do DWTNCS 3. Em duelo de gigantes, o brasiliense Vinícius Mamute superou o curitibano John Allan e garantiu o contrato com o UFC para o plantel de meio-pesados. Allan fez um primeiro round excelente, causou ferimentos no rosto de Mamute e conseguiu um knockdown. No segundo, Mamute voltou melhor, aplicou a queda e na sequência encaixou um armlock. Allan resistiu bravamente à posição, mas acabou surpreendido por um justíssimo e irresistível triângulo.

E, enfim, Thiago Moisés atingiu seu objetivo profissional: chegar ao UFC. Depois de colecionar cinturões, o representante da American Top Team desembarcou no Contender como favorito no confronto com Gleidson Poney. Bastaram os primeiros minutos de luta para que Thiago confirmasse a superioridade. Um chute alto seguido de uma sequência de socos resultou no nocaute e na tão sonhada contratação do peso-leve.

Fechando o DWTNCS 3, Raulian Paiva e Allan Puro Osso deram um show, impressionaram. A vitória mudou de mãos durante praticamente os três rounds, tamanho o equilíbrio dos moscas. Quem conseguiu se sobressair na contundência e pontuar mais foi o filho do Amapá Raulian Paiva, que chega com o moral elevado ao Ultimate. Ele venceu um dos lutadores mais duros da divisão, protagonizou uma guerra eletrizante, chegou a 18ª vitória e tem apenas 22 anos.

DWTNCS 2 – Brazil (Resultados)

Márcio Lyoto finalizou Leonardo Cabeção com uma guilhotina no R1

Marina Rodriguez (Contratada) venceu Maria Oliveira por nocaute técnico no R1

Johnny Walker (Contratado) venceu Luis Henrique Frankenstein por decisão unânime

Taila Santos (Contratada) venceu a Estefani Almeida por decisão unânime

André Sergipano venceu Bruno Assis por decisão unânime

DWTNCS 3 – Brazil (Resultados)

Thiago Moisés (Contratado) nocauteou Gleidson Poney no R1

Gisele Moreira venceu Dayana dos Santos por decisão unânime

Luana Carolina Dread (Contratada) venceu Maybelly Lima por decisão unânime

Vinícius Mamute (Contratado) finalizou John Allan no R2

Raulian Paiva (Contratado) venceu Allan Nascimento Puro Osso por decisão dividida

DEIXE UMA RESPOSTA